MENU

6 livros que vão ajudar você a levar uma vida melhor

postado em

Todo bom livro é de autoajuda: sua leitura sempre vai transformar o leitor de alguma maneira.

Mas selecionamos aqui seis obras que abordam a qualidade de vida, a felicidade e, acima de tudo, o autoconhecimento de forma mais direta, ainda que por diversos pontos de vista e contextos.

Porque alicerces de uma vida mais feliz podem ser encontradas num palco, na cozinha, no quarto, na cultura de um país distante, no ambiente ao nosso redor ou mesmo dentro da nossa própria cabeça – mas sempre nas páginas de um bom livro!

1. O que aprendi com Hamlet

Literatura, teatro, história e filosofia se juntam numa curadoria de vida guiada pelo autor best-seller Leandro Karnal, que, em colaboração com a tradutora Valderez Carneiro da Silva, reflete sobre as lições deixadas pelo protagonista de Hamlet, o príncipe melancólico da Dinamarca, protagonista da obra mais famosa de William Shakespeare – que, nesta era de selfies felizes, continuam muito atuais. O mundo é um teatro, escreveu Shakespeare, e homens e mulheres não passam de meros atores. Em O que aprendi com Hamlet, atores-leitores são convidados por um passeio pela própria consciência numa combinação entre a experiência de um homem do século XVI e outro do século XXI.

2. Força de vontade não funciona

Quem nunca quis abandonar um mau hábito, traçou objetivos grandiosos e se encheu de força de vontade, mas voltou, frustrado, à estaca zero? Em Força de vontade não funciona, Benjamin Hardy, psicólogo organizacional e um dos articulistas mais lidos da plataforma Medium.com na área de autodesenvolvimento e autoaprimoramento, explica como as pessoas podem melhorar suas vidas, em todos os níveis, sem contar com a força de vontade. Ele ensina, acima de tudo, que precisamos investir em nós mesmos e aprimorar nosso ambiente e mentalidade. É por isso que não se trata de força de vontade: se trata, sim, de entender que essa é uma ideia totalmente errada e que devemos mudar a nós mesmos e o nosso entorno para, enfim, termos apoio para conquistar nossos objetivos.

3. O segredo da Dinamarca

A Dinamarca está entre os países mais felizes do mundo, e isso não se deve somente às boas condições de vida que o Estado proporciona a seus cidadãos. Na verdade, os dinamarqueses seguem alguns hábitos bem simples que os ajudam a aproveitar melhor os bons momentos e a viver em harmonia com os outros, com a natureza e com eles mesmos. No best-seller O segredo da Dinamarca, a jornalista Helen Russell investiga as razões de tanta felicidade e as sintetiza em dez passos que podem ser facilmente seguidos em qualquer lugar do planeta.

4. A fórmula da felicidade

Engenheiro bem-sucedido do Google, Mo Gawat partiu do princípio de que os seres humanos foram criados para serem felizes e, utilizando o raciocínio lógico habitual à sua profissão, desenvolveu um algoritmo com base no entendimento de como o cérebro processa a alegria e a tristeza. Com isso encontrou, literalmente, uma fórmula para a felicidade. Mas, alguns anos depois, a vida o colocou à prova com a morte precoce e repentina de seu filho Ali. Como parte de sua recuperação diante da perda terrível que enfrentou – e também como uma forma de homenagear Ali –, Mo traçou para si a meta mais ambiciosa de sua vida: compartilhar sua fórmula e ajudar a maior quantidade possível de pessoas a encontrar a felicidade permanente. A fórmula da felicidade é o resultado desse trabalho.

5. Socorro: Meu filho come mal: Receitas para pais e filhos

A alimentação está diretamente ligada à qualidade de vida – e conhecer nossos alimentos desde cedo é a base para um dia a dia feliz. Em Socorro! Meu filho come mal: Receitas para pais e filhos, a nutricionista Gabriela Kapim mostra a importância de toda a família se (re)unir em torno da alimentação – da escolha do cardápio à compra dos alimentos e o preparo das refeições. Seguindo a equação, formulada pela autora, que define as cinco cores que nunca podem faltar na hora das refeições, o livro apresenta combinações simples, saudáveis e deliciosas. Mas Gabriela Kapim, apresentadora do programa Socorro! Meu filho come mal no canal GNT, também deixa claro que não basta colorir o prato: é preciso entender o que cada elemento faz ali e incluir as crianças no preparo – sempre, claro, com supervisão.

6. Sexo para adultos

Mesmo em pleno século XXI, sexo ainda é considerado um tabu. Pouco se fala sobre educação sexual, e isso faz com que muitas dúvidas da adolescência permaneçam na fase adulta – às vezes, muitas delas se tornam mais complexas, e novas aparecem de acordo com a maturidade e experiência de cada um. Mas onde, como e quando podemos discutir sobre sexo de maneira natural? Sexo para adultos fala de tudo e mais um pouco sobre temas como orgasmo, masturbação, fantasias eróticas, gravidez, homossexualidade e doenças sexualmente transmissíveis. São centenas de perguntas respondidas por Laura Muller, do programa Altas Horas, a sexóloga mais famosa e carismática do Brasil, para desmistificar o sexo e torná-lo cada vez mais prazeroso – e, claro, feliz.