MENU

Conheça Robin Hobb

postado em

Saiba mais sobre a vida e a obra de uma das maiores autoras da literatura fantástica contemporânea

 

Robin Hobb é uma das mais aclamadas autoras de literatura fantástica da atualidade. Sua obra mais famosa é a “Saga do Assassino” (O aprendiz de assassino, O assassino do rei e A fúria do assassino), mas a trilogia “Os Mercadores de Navios-Vivos”, que a LeYa começou a publicar em 2017 com O navio arcano, já vem se tornando a preferida de muitos fãs.

Nascida na cidade de Berkeley, Califórnia, nos Estados Unidos, em 1952, como Margaret Astrid Lindholm, ela escreve ativamente desde os 18 anos, embora o nome Robin Hobb só tenha aparecido nas livrarias a partir dos anos 1990. Antes disso, como Megan Lindholm, já tinha publicado dez livros e diversos contos – sendo que a chegada de Robin não impediu que novos textos assinados por Megan continuassem a surgir (o mais recente deles, “Vizinhos”, faz parte da antologia Mulheres perigosas, editada por George R.R. Martin e Gardner Dozois).

Mas por que ela escreve sob dois nomes diferentes? Robin/Megan explica: “Não é incomum no mundo da escrita ter mais de um pseudônimo, especialmente se você produz obras de gêneros diferentes. No meu caso, tanto Megan Lindholm como Robin Hobb escrevem fantasia, mas seus estilos são muito distintos, além de ocuparem diferentes “fatias” do gênero. Usar dois pseudônimos diferentes me torna capaz de fazer com que o leitor saiba a voz narrativa com a qual terá contato ao abrir um livro.”

Aos dez anos, a pequena Margaret se mudou com a família para Fairbanks, no Alasca, e logo se descobriu apaixonada pelo deserto gelado e a escuridão dos invernos da região – que acabaram por inspirar sua escrita. Em 1970, aos 18 anos, se casou com Fred Ogden e foi morar na Ilha Kodiak, lá mesmo no Alasca, e se contaminou pela paixão do marido por tudo o que diz respeito ao mar.

Ela estreou na literatura como Megan, colaborando com jornais locais e revistas infantis. Foi na década de 1980 que começou a escrever contos de fantasia, com os quais ganhou prêmios como o Asimov e foi finalista do Hugo e do Nebula, os mais importantes dedicados à literatura fantástica. Em 1995, com O aprendiz de assassino, o mundo foi apresentado a Robin Hobb – que já vendeu mais de um milhão de livros e, com sua prosa repleta de beleza, emoção e profundidade, conquistou fãs do porte de George R.R. Martin.

Todos os romances de Robin Hobb publicados até agora contam histórias ambientadas no universo fantástico que a autora chama de Reino dos Antigos: numa terra onde a magia é usada para matar, os laços de amizade podem ser a única salvação. Além de “A Saga do Assassino” e “Os Mercadores de Navios-Vivos”, fazem parte do Reino dos Antigos as trilogias “Tawny Man”, “Rain Wild” e a recém-concluída “Fitz and the Fool”. Por enquanto, aqui no Brasil, estão confirmados para este ano O navio insano e O navio do destino, que encerram “Os Mercadores de Navios-Vivos”.

Hoje, depois de terem sido pais e avós, Margaret/Megan/Robin e o marido Fred moram no estado americano de Washington. Além de escrever (ato que compara a “tentar pegar borboletas sem machucá-las”), ela gosta de jardinagem, colher cogumelos e amolar seu gato de estimação.