MENU

Como deixar a peteca cair

postado em

Tiffany Dufu explica em livro por que as mulheres só vão conquistar mais quando fizerem menos

 

A definição padrão da expressão “deixar a peteca cair” é não conseguir cumprir uma tarefa ou missão; falhar; vacilar. Para Tiffany Dufu, no entanto, ela tem um significado bem diferente: fazer com que as mulheres sejam capazes de se libertar da crença irreal de que podem realizar tudo sozinhas, aprofundando assim seus relacionamentos para que cresçam pessoal e profissionalmente.

Seu livro lançado pela LeYa, Deixe a peteca cair, é um manifesto feminista pragmático sobre equilíbrio, sucesso e empoderamento – que mostra que as mulheres só vão conquistar mais quando fizerem menos.

Mas como deixar a peteca cair? Listamos aqui cinco dicas da autora:

A delegação imaginária não funciona
A delegação imaginária é quando você espera que seu companheiro realize uma tarefa, porém nunca pediu isso explicitamente. Certos aspectos de uma sociedade patriarcal ainda estão enraizados em nosso dia a dia, o que faz com que muitos homens simplesmente não se deem conta de que têm um papel a cumprir na organização doméstica. Conversar não machuca – muito pelo contrário. Dizendo a seu parceiro claramente o que espera e dividindo juntos as tarefas, é possível instituir uma cultura mais igualitária dentro de casa e, aos poucos, também fora dela.

Não sofra da Síndrome da Cavaleira Solitária
No trabalho, a Síndrome do Cavaleiro Solitário significa acreditar que dar o seu melhor das 9h às 18h é o suficiente para garantir uma promoção de cargo. No dia a dia doméstico, significa a crença numa falsa eficiência – ou seja, imaginar que somente você é capaz de cumprir determinada função. Fazer algo melhor que outra pessoa não quer dizer que você seja a única a poder botar a mão na massa. Tiffany deixa claro que tudo flui melhor em parceria.

Reduza a sua lista de tarefas simplesmente deixando de fazê-las
Mas como?! Diminuindo as expectativas. Muitas mulheres estão se afogando na ideia irreal de que precisam fazer tudo: e-mails, compromissos das crianças, apresentações de Power Point, supermercado. Você não precisa cumprir o impossível – porque é simplesmente impossível fazer tudo. “O primeiro passo para deixar a peteca cair é superar o medo de deixar essa peteca ficar no chão. Temos que deixá-la cair para sentir a liberdade, rir alto e viver plenamente”, escreve a autora.

Garanta o melhor uso dos seus talentos
Tenha em mente as petecas que você rebate melhor que ninguém; as outras, deixe no chão. “Esclarecer como podemos garantir o melhor uso de nossos talentos para conquistar o que é mais importante para nós permite que as mulheres redefinam suas expectativas. Quando sabemos no que devemos nos concentrar para sermos bem-sucedidas, determinamos melhor o que os outros precisam fazer para nos apoiar”, afirma Tiffany.

Priorize o que mais importa para você
A autora conta que decidiu que apenas três coisas precisavam estar em sua lista como mãe: gestar e dar à luz os filhos, amamentá-los durante um ano e envolvê-los em conversas significativas (mais tarde adicionou “fazer bolo no fim de semana” à lista, após sua família apresentar uma proposta muito convincente.) “Havia outras coisas que precisavam acontecer para que minha casa funcionasse? Claro. Mas, daquele momento em diante, essas três eram as únicas tarefas que, caso eu não as realizasse de acordo com minhas expectativas, faziam com que eu me sentisse culpada. Em todo o resto, eu podia deixar a peteca cair”, explica.

Saiba tudo em Deixe a peteca cair, que traz o relato pessoal de Tiffany Dufu!