MENU

6 histórias de fantasia e ficção científica em livros épicos

postado em

Se a melhor fantasia é aquela escrita na linguagem dos sonhos, temos aqui muito material para quem adora sonhar acordado, viajando por mundos incríveis em meio a aventuras impressionantes – sempre, claro, com um bom livro nas mãos. Na semana do Dia da Toalha, também conhecido como Dia do Orgulho Nerd, celebrado em 25 de maio, selecionamos seis obras de literatura fantástica que já têm lugar cativo na cabeceira de muita gente. Não entre em pânico: sua próxima leitura épica está aqui!

1. O espadachim de carvão

Série fantástica saída diretamente da mente do nosso Affonso Solano, integrante do intergalacticamente famoso podcast Matando Robôs Gigantes, ou simplesmente MRG. Kurgala é um mundo abandonado por quatro deuses. Adapak é filho de um deles. No primeiro livro, O espadachim de carvão, ele está sendo caçado. Perseguido por um misterioso grupo de assassinos, o jovem de pele cor de carvão se vê obrigado a deixar a ilha sagrada onde cresceu e a desbravar um mundo hostil e repleto de criaturas exóticas. Munido de uma sabedoria ímpar, mas dotado de uma inocência rara, ele agora precisará colocar em prática todo o conhecimento que adquiriu em seu isolamento para descobrir quem são seus inimigos. Depois, em O espadachim da carvão e as pontes de Puzur, lutando para se adaptar ao mundo dos mortais, Adapak se refugia no navio de Sirara, farto de lidar com os segredos do passado. Mas quando um antigo diário cai em suas mãos, ele acaba por mergulhar nos registros de alguém responsável por influenciar não somente sua vida, mas a história de Kurgala. E tem ainda a HQ Crônicas do espadachim de carvão: Tamtul e Magano e a ameaça de Rumbaba!

2. Mistborn

Uma das sagas de fantasia mais aclamadas e adoradas dos últimos tempos, assinada pelo fenomenal Brandon Sanderson. Certa vez, um jovem com uma herança misteriosa desafiou corajosamente a escuridão que sufocava o planeta Scadrial. Mas ele falhou… Desde então, há mil anos, o mundo é um deserto de cinzas e brumas, governado por um imperador imortal conhecido como Senhor Soberano. Nessa sociedade onde as pessoas são divididas em classes sociais, Kelsier, um ladrão bastardo, se torna o único sobrevivente que escapou da prisão brutal do Senhor Soberano, onde ele descobriu ter os poderes alomânticos de um Nascido da Bruma – uma magia misteriosa e proibida. Agora, Kelsier planeja o seu ataque mais ousado: invadir o centro do palácio para descobrir o segredo do poder do Senhor Soberano e destruí-lo. E essa é apenas a Primeira Era de Mistborn, com três livros. Ainda tem a Segunda Era, que, em outros três (e o quarto em processo de escrita) livraços, mostra Scadrial 300 anos depois – mas a evolução do planeta está em risco. Os livros estão disponíveis de forma independente ou em dois boxes.

3. Jogador Nº 1

Repleto de referências à cultura pop, este romance de Ernest Cline, adaptado para o cinema em 2018 por Steven Spielberg, Jogador Nº 1 é sem dúvida um dos livros mais cultuados desta década. O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto. Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS; o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de easter eggs, e premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los. E Wade acabou de encontrar o primeiro deles. Para quem é fã, temos ainda o Almanaque Jogador Nº 1, guia ilustrado que detalha todas as referências do livro.

4. Alien

Estes três romances canônicos complementam universo cinematográfico de Alien – cujos filmes foram dirigidos por mestres como Ridley Scott, James Cameron e David Fincher –, ambientados entre as narrativas de Alien – O oitavo passageiro e Aliens – O resgate. Surgido das sombras, de Tim Lebbon, Mar de angústia, de James A. Moore, e Rio de sofrimento, de Christopher Golden, trazem de volta a tenente Ellen Ripley, interpretada nas telas por Sigourney Weaver, e muitos, muitos xenomorfos.

 

5. A sombra do corvo

O autor escocês Anthony Ryan estreou na literatura fantástica com A canção do sangue, primeiro volume da trilogia A sombra do corvo, e arrebatou leitores em todo o mundo. Quando Vaelin Al Sorna, um garoto de apenas 10 anos de idade, é deixado por seu pai na Casa da Sexta Ordem, ele é informado de que sua única família agora é a Ordem. Durante vários anos ele é treinado de forma brutal e austera, além de ser condicionado a uma vida perigosa e celibatária. Mesmo assim, Vaelin resiste e torna-se líder entre seus Irmãos. Ao longo de sua jornada, ele descobrirá de quem foi o verdadeiro desejo para que ele fosse entregue à Ordem – o objetivo sempre foi protegê-lo, mas ele não tem ideia do quê. Aos poucos, indícios de uma esquecida Sétima Ordem e questões acerca das ações do Rei Janus fazem Vaelin Al Sorna questionar sua lealdade. Destinado a um futuro grandioso, ele ainda tem que compreender em quem confiar. A trama teve continuidade em O senhor da torre e A rainha do fogo.

6. O enigma de Blackthorn

O enigma de Blackthorn, de Kevin Sands, é uma história de tirar o fôlego, repleta de suspense, mistério e personagens inesquecíveis.Poções, quebra-cabeças e uma ou outra explosão: tudo isso pode acontecer num dia normal de trabalho do jovem Christopher Rowe, aprendiz de boticário. Mas o que ele não sabe, e logo vai perceber, é que esse é um péssimo momento para ser assistente de Benedict Blackthorn. Uma série de assassinatos abala Londres, e Christopher está na mira. Seus únicos aliados são seus melhores amigos. Suas únicas pistas são uma mensagem codificada sobre o projeto mais perigoso de seu mestre, e um aviso criptografado: “Não conte a ninguém!” Agora, resta a ele desvendar o código e descobrir o segredo que pode destruir a humanidade. Ou se tornar a próxima vítima.