MENU

Tire seu projeto do papel com Scrum: os primeiros passos

postado em

Há mais de 20 anos, Jeff Sutherland criou o Scrum em parceria com Ken Schwaber. Programadores de software, eles buscavam uma forma de dar a volta por cima diante um cenário em que projetos eram entregues fora do prazo, custavam uma fortuna e não apresentavam os resultados esperados. Deu certo – e logo ficou claro que os benefícios do método não se limitavam a essas áreas e o adaptaram para vários segmentos.

Aqui no Brasil, Alexandre Magno foi um dos pioneiros na aplicação do Scrum. Por mais de duas décadas, ele vem se dedicando a ensinar pessoas a trabalharem de maneira mais eficiente, com base em métodos ágeis. Seu objetivo é que todos tirem seus projetos – e, consequentemente, seus sonhos – do papel.

E não estamos falando só do mundo dos softwares, dos produtos e das empresas. No livro Tire seu projeto do papel com Scrum, Alexandre mostra que o método pode ser usado tanto em projetos profissionais quanto em pessoais: se aventurar num ano sabático, escrever um livro, conseguir um novo emprego, mudar de carreira, viajar o mundo, reformular o guarda-roupa, comprar um casa, mudar de cidade, aprender a cozinhar, gerenciar suas finanças ou, claro, trabalhar em equipe, entregar um produto novo e aperfeiçoar um projeto já existente.

Para isso, o primeiro passo é adotar quatro atitudes fundamentais:

1- Enfrentar a paralisia analítica;
2- Validar rapidamente a parte mais crítica do seu projeto;
3- Reconhecer que o mundo à sua volta é mais complexo do que você gostaria;
4- Visualizar verdades, por mais desconfortáveis que eles sejam.

Mas atitudes, por melhores que sejam, não são nada sozinhas. Eles precisam andar lado a lado com, entre outras coisas, boas práticas. E todas elas estão detalhadas por Alexandre Magno, junto de muitas outras técnicas e dicas, em Tire seu projeto do papel com Scrum, disponível nas livrarias de todo o país.

É o livro que vai abrir caminho para fazer seu projeto dar certo, mesmo com todas das complicações que naturalmente surgem à nossa volta.