MENU

Todo santo ajuda: as mais belas orações para tempos difíceis ou não

postado em

Às vezes, não tem jeito: dá vontade de desistir de tudo. Parece que há uma conspiração de Céus e Terra (ou ambos) contra nós, ou que Deus apontou um dedo na nossa direção e disse, nos ameaçando lá do alto: “Você vai ver só!” Nada parece acontecer da maneira que deveria, da maneira que merecíamos, da maneira que esperávamos. E temos certeza de que há algo de errado conosco. Desemprego, dívidas, fim de relacionamentos, solidão, depressão, doenças, tragédias inaceitáveis…, a lista é variada e quase todo mundo conhece alguma (ou várias) dessas dificuldades da vida.

Pois é… Parece que ter dificuldades na vida é algo bastante comum, não? Todo mundo tem, já teve ou vai ter, e isso não é uma praga. Dê uma olhadinha para os lados: as histórias mudam de endereço, de raça, de gênero, de classe social, de hemisfério, de país, mas, no fundo, no fundo, são as mesmas.

Mas, sempre que acontece conosco, parece uma tremenda injustiça, não é mesmo? “Por quêêêê? Por que comigo, meu Deus? Logo eu, que sou uma pessoa tão boa, não faço mal a ninguém, cumpro minhas obrigações, procuro tratar bem todo mundo”, exclamamos. E continuamos: “Bom, talvez eu não esteja lá muito em dia com o Senhor, porque só de vez quando vou à igreja, é verdade, mas eu prometo me emendar, e se o Senhor me tirar dessa, irei todos os domingos, chova ou faça sol.”

E, por toda a parte, se ouvem não os gritos e ameaças de Deus, mas as suas sonoras e amorosas gargalhadas, assistindo à sua mais inteligente criação (pode até não parecer, mas a mais inteligente criação de Deus somos nós) se debater contra o inevitável.

Os obstáculos, desafios e momentos difíceis da vida não são privilégio nem maldição de ninguém. Tem gente que acredita que eles são punições para os nossos maus atos e pensamentos, mas, convenhamos, a única coisa que punições tão frequentes e democráticas assim conseguem fazer é nos deixar com medo, e com medo, não tem jeito, vivemos muito abaixo do nosso potencial e nos tornamos avarentos das coisas boas, e toda vez que algo de bom nos acontece em vez de usufruí-lo, perdemos nosso tempo tentando fazer com que isso dure para sempre. Os obstáculos, desafios e momentos difíceis fazem parte desse caminho chamado vida e, se não podemos evitá-los completamente, há algo que certamente podemos fazer. Rezar dia e noite para que nada de mal nos aconteça? Pode até ser, mas… que tal olhar para tudo o que nos acontece com outros olhos? Que tal ver esses momentos como oportunidades de nos conhecermos melhor e de tornarmos verdadeiramente mais humanos e íntegros? Se é comum conhecermos várias e várias histórias de gente (todos nós) que passou por dificuldades da vida, também é frequente conhecermos histórias que nos mostram que o nosso humor, disposição e maneira de encarar os acontecimentos alteram, em muito, o resultado deles. Algumas pessoas vivenciam isso plenamente, e são elas que nos dão a impressão de não terem problemas, porque não perdem (talvez só durante alguns minutinhos) a serenidade, a alegria e o entusiasmo não importa o que aconteça.

No livro Todo santo ajuda, que acaba de chegar às lojas pela LeYa Brasil, você vai encontrar uma ajuda para esses momentos em que tudo parece estar fora do lugar. Tanto se optar por rezar noite e dia para que nenhum mal lhe aconteça, quanto se quiser tentar fazer parte do grupo dos que mantém a serenidade, a alegria e o entusiasmo em qualquer circunstância. Talvez você esteja pensando que esse grupo é o dos meio idiotas ou dos irritantemente otimistas. Mas não se trata disso. Não se trata de não ver os problemas; trata-se de não chafurdar neles e ter a clareza, o discernimento e o comportamento para fazer o que for preciso para viver esses momentos da melhor maneira possível.

E a ajuda vem por intermédio deles, de ninguém mais, ninguém menos do que São Jorge, Santo Antônio, Santa Teresinha do Menino Jesus, Santa Clara e São Francisco, São Benedito e Santa Luzia, São João e São Pedro, Santo Inácio e Santo Agostinho, e vários outros santos e santas aqui reunidos. Com suas biografias e orações, eles e elas representam características da personalidade humana, falam de momentos de dificuldade e nos oferecem instantes para refletirmos sobre como passar por isso (o porquê, que é o que geralmente queremos saber a todo custo, raramente importa).

Todos os santos e santas são pessoas como nós: uns mais calados e introspectivos, outros mais faladores e animados; uns, filhos rebeldes, outros, maridos ou esposas que largaram tudo para trás; uns mundanos, que se deixaram seduzir pela vaidade e pelos prazeres materiais, outros que, desde criança, gostavam mais de rezar do que de brincar; uns, pobres, outros, ricos; uns que morreram jovens, outros, bem velhinhos. Cada um à sua maneira compreendeu que a vida tem seus altos e baixos e que, só no meio desses altos e baixos, é que vivemos de verdade e que descobrimos quem somos e o valor de estar vivo aqui e agora. E quando isso acontece irradiamos serenidade, alegria e entusiasmo.

Todo santo ajuda sempre, porque quando recorremos a eles, também recorremos a nós: paramos um pouquinho, deixamos baixar poeira, diminuímos o volume dos nossos pensamentos catastróficos, recuperamos a energia, compreendemos o que devemos fazer, mesmo que, naquele momento específico, seja não fazer nada. Às vezes, a solução para um determinado problema é se entregar a ele, é entrar na correnteza sem se segurar e ir, em meio às ondas, colocando um pezinho no chão, ora aqui, ora ali. Nós nos acostumamos a falar de luta toda vez que temos que “enfrentar” um problema, seja ele qual for, mas, pense bem, não foi com luta que se construíram as coisas mais belas que existem, foi? Um jardineiro ou agricultor não luta com a terra para que as flores e os frutos nasçam; ele mistura a terra com esterco (sim, esterco… e não perfume ou sabor), rega a planta e aguarda, deixando a vida seguir seu curso.

A partir do momento que “entramos no jogo”, o tempo está correndo, e estamos submetidos ao fluir das possibilidades, e não há nada nem ninguém que possa nos garantir, com cem por cento de certeza, o que vai acontecer no próximo minuto.

Já nas livrarias de todo o país! Garanta agora mesmo seu exemplar.