MENU

Um livro, os EUA e o mundo

postado em

Mais do que explicar os EUA contemporâneos, Hillbilly – Era uma vez um sonho proporciona uma experiência de leitura emocionante e universal

 

Um dos livros mais impactantes dos últimos anos, Hillbilly – Era uma vez um sonho, de J.D. Vance, foi classificado pela revista Veja como uma obra fundamental para o entendimento dos Estados Unidos contemporâneos. Segundo a reportagem, poucas leituras conseguem ser tão bem-sucedidas em mostrar ao mundo a América de Trump. “Dificilmente a vida de um advogado formado em Yale de pouco mais de 30 anos seria digna de um livro de memórias. Mas, descontadas a carreira profissional, a história de Vance é a de milhares de trabalhadores brancos”, diz o texto de Eduardo Wolf. “O caipira (hillbilly) americano, que durante as décadas de 50 e 60 do século passado desfrutou considerável ascensão social nos estados industriais do Nordeste do país, é hoje uma demonstração eloquente de que os dilemas americanos não cabem todos na narrativa das conquistas das minorias.”

O livro de Vance é, acima de tudo, a elegia de um mundo em transformação. Para o New York Times, trata-se de “uma biografia emocionante, que faz também uma análise sociológica muito perspicaz”. Já o Washington Post publicou que o autor nos oferece uma explicação comovente de por que é quase inacreditável que alguém que cresceu num ambiente como o dele tenha conseguido fazer dessa experiência um livro extraordinário.” A publicação inglesa The Economist, por sua vez, foi conclusiva, afirmando que “você não vai ler nada mais importante este ano”. E, para além das fronteiras norte-americanas, o italiano Il Post Libri destacou a experiência universal proporcionada pela obra, afirmando que “as razões para o imenso sucesso deste livro são basicamente duas: suas memórias, além de comoventes e extremamente bem narradas, falam de um mundo desconhecido para muitos americanos e extremamente familiar a todos os que conhecem a pobreza.”

Assim, com sua narrativa verídica e atual, ele nos faz entender nossas próprias famílias – de imigrantes portugueses que fizeram a história do Brasil, de migrantes do Norte e Nordeste que vieram fazer a vida no Sul Maravilha, da classe trabalhadora que suou muito para ter uma casa própria, um carro e os filhos numa escola particular. As nossas famílias e a de J.D. Vance, autor deste livro, têm em comum o desejo de “subir na vida” e conquistar um lugar ao sol. Mas o que será que isso significa? E qual o preço a ser pago por esse sonho?

Conheça o livro e assista à emocionante palestra do autor no TED: